S/ Título.
Acrílica sobre painel. Série Mundos Intrincados.
Esta é uma pintura única pois fiz apenas 3 telas dentro da série. Feita sobre um painel de 1 metro de diâmetro, fui deixando que as formas fluíssem sem crítica, deixando-as se intrincarem.


Fiz apenas 4 telas dentro da série Mundos Intrincados, sendo duas grandes e uma pequena. Feita sobre um painel de 1 metro de diâmetro, fui pintando as formas sem críticas, deixando-as se intrincarem, acontecerem.

A obra é perturbadoramente cheia de detalhes e a pessoa que a adquirir vai poder brincar com tudo isso, pois ela não tem “lado certo”; por ser redonda, se toda semana ou dia ou quando quiser, você girar a peça, verá uma relação diferente de forças dentro do espaço pictórico, o que o levará a ver novas relações entre as figuras e, conseqüentemente, novas formas, historias e personagens.

Isso acontece, parece mágico, mas é nossa mente que faz isso.

Trabalhei com um pincel afinando as pontas com uma gilete. Ele precisava ser um pincel grosso, mas afinado nas pontas, pois a parte grossa acumula um pouco de tinta e a fina vai “soltando” o desenho como numa pena. Pinceis pequenos ou finos não me dão a fluidez que preciso e você pode conferir nas formas.

O trabalho é tão minucioso, que a tinta, no pote, ia secando e perdendo a textura correta para, também, poder propiciar a fluidez.

Foi um desafio levar os traços do desenho, feitos com caneta nanquim, para o pincel.

As imagens da série Mundos Intrincados acontecem dentro de uma forma maior, que as move, as limita, as define na medida do possível. Conheça!

Se olhar de longe, verá uma forma acontecendo no meio dos mundos que se mesclam, se interagem parecem que vivem meio zumbis o grande desenho que mal conhecem. Alguns acordam e, como “testemunhas abstratas“, uma outra série que ainda está em desenvolvimento, que, silenciosas, só observam.


Formato 1 metro de diâmetro.

pintura-027-lu-paternostro


Valores com a artista


Valor do frete não incluso no preço da peça.

NOTA: Trata-se de uma peça de arte, portanto com a finalidade de decorar.
As peças não podem ser expostas ao sol intenso ou mesmo indireto muito próximo, pois o sol destrói os pigmentos das tintas com o tempo. Embora levem uma boa camada de verniz, as peças não podem ser lavadas com frequência. Para limpeza, basta um pequeno pano seco, suave, que retira a poeira. Com o passar do tempo, o verniz pode sofrer um amarelamento, devido à ação da luz, dando às peças um tom mais natural.