ilu-brasil-dancas-gauchas-lu-paternostro
Ilustração “Danças Gaúchas”, da série “Manifestações da Cultura Brasileira. 
Copyright Lu Paternostro. Proibida cópia, uso ou reprodução desta imagem sem a autorização da artista.

Tão bela flor, Quero-Mana,
Quero-Mana lá de fora,
Foi um gaúcho que trouxe,
Na roseta da espora, ai!

Minha terra, minha terra,
ela lá e eu aqui, ai,
Por muito bem que me tratem
Não esqueço onde eu nasci

Tão bela flor, Quero-Mana,
Tão bela flor, é verdade,
Do que é ruim ninguém se lembra,
do que é bom se tem saudade, ai!

Quero-Mana
Música da dança
tradicional gaucha

______________

Danças Gaúchas

As danças gaúchas são marcadas pela influencia da cultura espanhola, portuguesa e francesa. Em todas elas vê-se o espírito da fidalguia e do respeito à mulher. Outras vezes a dança é mercada por sapateados fortes, ritmados, uma apresentação de perícia de seus dançarinos.

Várias são as cantigas típicas gaúchas dançadas aos pares, onde há sempre o cortejo entre homem e mulher, como o Anú, Balaio, Chimarrita, Pezinho, Cana Verde. As danças gaúchas são ricas e profusas. 

_____

As danças gaúchas são marcadas pela influencia da cultura espanhola, portuguesa e francesa. Em todas elas vê-se o espírito da fidalguia e do respeito à mulher. Outras vezes a dança é mercada por sapateados fortes, ritmados, uma apresentação de perícia de seus dançarinos.

O fandango, que significa de forma mais universal, baile, vem da dança espanhola cantada, acompanhada por castanholas, violão, uma dança ritmada e forte, uma dança popular. Também, remete a uma dança portuguesa, mas sem o canto, um baile popular onde se toca sanfona, se executam varias danças de roda e sapateados.

O primeiro fandango gaúcho veio de uma mistura dos lundus africanos com as danças dos espanhóis que vinham para as cidades sul-americanas, resultando numa série de sapateados misturados com as cantigas brasileiras, que se uniram aos cantos europeus. Algumas destas cantigas eram o Tatu, o Anu, Quero-mana, etc. Os sapateados vinham da Península Ibérica. Sumiu dos bailes a sua forma tradicional, passando a ser de par enlaçado.

Várias são as cantigas típicas gaúchas dançadas aos pares, onde há sempre o cortejo entre homem e mulher.

O Anú divide-se em duas partes: uma para ser cantada, um passeio cerimonioso e cortes dos pares, e a outra para ser sapateada onde podemos encontrar evoluções do sapateado bastante marcantes. Em sua origem era de pares soltos, mas não independentes.

O Balaio é originário do Nordeste, com influencias dos Lundus. É uma dança de sapateado e ao mesmo tempo de conjunto. O sapateado vem das danças originais de sapateado e as de rodas, vêm das quadrilhas que se encontra em muitas danças do ocidente.

A Chimarrita tem origem no arquipélago de Açores e na Ilha da Madeira. Foi trazida pelos colonos portugueses ao Rio Grande do Sul, em meados do século XVIII. Tradicionalmente a dança é de pares, em fileiras opostas, e lembram as danças típicas portuguesas.

O Pezinho, cuja melodia é muito popular nos Açores e em Portugal, é uma dança onde todos os dançarinos, obrigatoriamente, cantam durante toda a evolução e coreografia. Há a marcação de pés e, posteriormente, os pares giram em redor de si próprios, tomados pelos braços, uma dança que reflete a ternura entre seus praticantes, muito apreciada pelos tradicionalistas rio-grandenses.

As danças gaúchas são ricas e profusas. Há ainda a Cana Verde, o Chamamé, o Maçanico, o Caranguejo, onde sua dança representa o cumprimento entre os dançarinos e os balanceios, uma evolução que se originou da quadrilha europeia; a Tirana do Lenço, o Xote Carreirinha, a Valsa, o Chote, a Milonga, a Vanera, o Bugio, uma dança típica de peões com as chinas indígenas

A Chula já é uma dança de desafio, praticada apenas por homens. Ao som da gaita gaúcha os homens sapateiam sobre uma vara de quatro metros, numa incrível sequência coreográfica.

__________________

Textos: OPY Comunicação Integrada
NOTA LEGAL: Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização expressa dos autores

Related Post